Criado em 2012, A ‘Bienal do Sertão de Artes Visuais’ tornou-se um espaço de reflexão e entusiasmo pela valorização deste espaço geográfico tão proeminente e forte de solo brasileiro e que andava carente de tal afirmação como valor cultural e avantajadas possibilidades artísticas. Como uma instituição sem fins lucrativos, que tem como meta a participação unânime de artistas de todas as localidades e nações, e da população em geral (produtores, público leigo, interessados, estudantes, estudiosos, etc.), na interação das obras com a monitoria e nas rodas de conversas com os artistas. Sua missão é desenvolver projetos culturais e educacionais na área de artes visuais, adotando as melhores práticas de gestão e favorecendo o diálogo entre as propostas artísticas contemporâneas e a comunidade. Acesso à cultura e à arte a milhares de pessoas, de forma gratuita. Com a ênfase nas ações educativas e os seguintes princípios norteadores: foco na contribuição social, buscando reais benefícios para os seus públicos, parceiros e apoiadores; contínua aproximação com a criação artística contemporânea e seu discurso crítico; transparência na gestão e em todas as suas ações; prioridade de investimento em educação e consolidação da Bienal como referência nos campos da arte, da educação e pesquisa nessas áreas.

Dos objetivos:

*Promover a criação, divulgação, difusão e propostas de obras de arte e projetos curatoriais na/para a região do Sertão Brasileiro.

*Construir uma plataforma para artistas e curadores de propostas criativas e inovadoras emergentes no campo das artes visuais.

*Facilitar o diálogo, o intercâmbio e a discussão crítica das práticas artísticas atuais, como o emparelhamento regional, global, seus desafios e oportunidades assim como seu compromisso educacional.

*Divulgar os resultados, experiências e conclusões da Bienal no Brasil e no exterior. 

*Promover a notoriedade da marca da “Bienal do Sertão”, através da difusão das artes contemporâneas e do apoio ao empreendedorismo criativo.

​   O comissariado da Bienal atua de foram voluntária e colaborativa com a inserção de apoiadores e artistas vinculados com a responsabilidade de reposicionar noções de curiosidade, criatividade e invenção. 

Valor orientador à seleção, privilegia

1. Criatividade 

2. Cooperação 

3. Experiência 

4. Inovação 

5. Persistência 

​     As ações e os objetivos da Bienal continuam a cada edição, com grande repercussão na mídia, critica de artes e publico em geral, onde visa abranger o numero de espectadores extra nessa região específica do território brasileiro, com exposições, rodas de conversa e formação de público e sistemas de educação entre obras de arte e artistas.

   Está dividida em dois eixos básicos temáticos: Histórico e Contemporâneo, além de instituições convidadas.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now